Fuseta - O paraíso desconhecido

Quem conhece, não esquece...

Fuseta - Vila

Fuseta (ou Fuzeta para muitos), cujo nome deriva de “Fozeta” teve origem no chamado “ Ribeiro do Tronco” o qual ia ali desaguar. É uma pequena vila de bravos pescadores que dão que falar desde a época dos descobrimentos, onde alguns deles participaram nas tripulações das caravelas que correram mundo.

As ruas estreitas típicas de uma vila algarvia piscatória nasceram de cabanas dispostas ao acaso. A Fuseta foi por muitos anos o lar de pescadores de bacalhau e de outras pescarias artesanais da Ria Formosa. A vila conserva as suas casas cubistas com açoteias e chaminés brancas trabalhadas que são um verdadeiros exemplo da arquitectura típica do Concelho de Olhão.

A seus pés, os cordões dunares originaram praias apreciadas pelos visitantes e que são o orgulho das suas gentes. Atualmente o turismo faz parte  da economia local tendo como atração a chamada Ilha da Fuseta - na realidade ainda pertence àIlha da Armona - recebendo milhares de visitantes na época balnear. Sentimos que demos um grande contributo para a Vila, já que proporcionamos esta pequena mas maravilhosa viagem há mais de 20 anos.

Com o desenrolar dos tempos, a Fuseta tornou-se numa terra com grande potencial de atracção turística, pela sua natureza tradicional, pelo seu enquadramento com a Ria Formosa, pelas suas praias, com a  pesca artesanal que continua a satisfazer a curiosidade dos muitos turistas que visitam esta maravilhosa vila. Esta dá origem a inúmeras iguarias de peixe e marisco, facilmente encontradas nos diversos restaurantes existentes na Vila.

Arrow
Arrow
ArrowArrow
Slider

Fuseta – Ilha

Existem duas praias na Fuseta: a chamada praia dos tesos e a ilha.

A primeira é actualmente a única praia que se possa considerar acessível e viável para banhos no Concelho de Olhão. É uma praia de ria e, por isso, tem muita matéria orgânica incluindo largos bancos de lodo em maré baixa.  A segunda é um pequeno paraíso somente acessível por barco. Cabe-nos o prazer de proporcionar essa viagem de poucos minutos a quem quer usufruir de um dos areais mais brancos e água mais cristalina do Algarve.

Pode-se dizer que é uma praia completamente nova. Em 2010 o mar abriu uma nova barra onde se encontravam várias habitações. Se está curioso por saber, pode ver estes vídeos (reportagem TVI - reportagem SIC). As entidades oficiais decidiram limpar toda a praia a refazer a praia, resultando numa praia mais limpa e sem qualquer edificação permanente.

No momento encontra uma praia extraordinária, com uma areal longo e praias limpas. Pode parecer mentira mas se andar 5 minutos, estará completamente isolado, dando-lhe a sensação de estar numa praia deserta.

Arrow
Arrow
ArrowArrow
Slider

Ria Formosa

O parque Natural da Ria Formosa estende-se desde a praia da Manta Rota até à zona do Ancão. São só 60 km de extensão mas neles encontramos paisagens únicas e de cortar a respiração.

A Ria Formosa é composta pr grandes extensões de dunas, um cordão de ilhas e penínsulas arenosas, que se estende mais ou menos paralelamente à costa, protegendo um labirinto de lagoas, onde se desenvolvem, lodos, canais, sapais, salinas, zonas de vasa e ilhotas.

Este sistema lagunar da Ria Formosa é uma área de grande importância do ponto de vista da avifauna, dado que representa uma zona de descanso para aves migratórias e um local de invernada para um número considerável de aves aquáticas. Entre outras espécies podemos encontrar flamingos,  garça-branca-pequena (presente um pouco por toda a ria), a garça-real, o colhereiro, pernilongo e  gansos-patolas.

Além das aves, encontramos uma enorme variedade de habitantes naturais, de espécies únicas ou raras que encontram refúgio, alimentação ou reproduzem-se neste paraíso chamado Ria Formosa. Nesta área podemos encontrar camaleões, cavalos-marinhos, enguias além de outras espécies de peixes e moluscos.

Arrow
Arrow
ArrowArrow
Slider